Blogroll

4 de abr de 2010

Zumbilândia (2009)


Filmes de zumbis geralmente possuem as mesmas tramas: alguns sobreviventes que fazem de tudo para não serem infectados por um estranho vírus que afetou a humanidade inteira, transformando todos em mortos vivos andando pelas ruas. Encarei Zumbilândia como um ironia a todos os filmes do gênero; uma ironia de muito bom gosto e bem divertida. A introdução hilária e inteligente da película que mostra as principais regras de sobrevivência do personagem de Jesse Eisenberg é uma ironia pura e explícita que nos prepara para o restante da projeção. O roteiro afiado e promissor de Rhett Reese e Paul Wernick funciona muito bem com os quatro personagens do filme.

Na trama a população inteira tornou-se zumbi por conta de um vírus. Restaram poucos humanos não infectados, Columbus (Jesse Eisenberg) é um deles. O jovem estudante da Universidade do Texas deseja voltar para sua casa na esperança de que seus pais ainda estejam vivos. Nessa “jornada” ele se depara com outro solitário: Tallahassee (Woody Harrelson), que está indo para a Flórida com o objetivo único de matar o maior número de zumbis possível. Ambos passam a viajar juntos. Eles fazem uma parada num supermercado onde encontram duas irmãs, também viajantes, Wichita (Emma Stone) e a caçula Little Rock (Abigail Breslin). O dilema crucial é que Little Rock aparenta ter sido mordida por um zumbi, cabe ao grupo decidir o que fazer.

Woody Harrelson está num personagem talvez perfeito para ele que já provou saber fazer muito bem papéis diferentes do convencional no ótimo O Mensageiro (atuação que lhe rendeu uma indicação da Academia). Impossível não se divertir com seu personagem em Zumbilândia. Os outros três do elenco não ficam para trás. Jesse Eisenberg interpreta o típico adolescente tímido, sem exageros. Até porque não há muito no que arriscar num personagem que tem um perfil tão semelhante a centenas de outros. Emma Stone e Abigail Breslin estão ótimas e convincentes, nada que lhes dê grande destaque.

Zumbilândia pode ter seus erros no roteiro - como a ida ao parque de diversões seguindo a cartilha: O Que Fazer em Filmes de Zumbis Para Ser Atacado! -, mas cumpre exatamente o seu objetivo principal: entreter e provocar risos ao público. Assistir o filme vale, por que a decepção é quase impossível, ao menos para aqueles que não levem grandes expectativas. O longa possui belas sacadas no ótimo roteiro. A direção correta do estreante Ruben Fleischer não trás nada de novo, mas o tradicional é utilizado muito bem. Uma dica: não levem o filme muito a sério, pois, certamente, será um grande erro. Às vezes parece que nem mesmo Fleischer se leva a sério.


Zumbilândia
(Zombieland, EUA, 2009)
Direção: Ruben Fleischer Roteiro: Rhett Reese, Paul Wernick Elenco: Woody Harrelson, Jesse Eisenberg, Emma Stone, Abigail Breslin, Amber Heard, Bill Murray
, Derek Graf, Ann Margaret Swindall, Jacob G. Akins. Terror, Comédia. 88 min.

11 comentários:

  1. Os comentários ao redor do filme foram bom no geral, eu vou esperar chegar na locadora.

    ResponderExcluir
  2. maravilhoso. Queria muito ver no cine, mas tive que me contentar com o down mesmo...

    ResponderExcluir
  3. Foi uma grata surpresa desse ano! Acho que tudo fuciona no filme e nunca me divertir tanto com zumbis desde 'Todo Mundo Quase Morto'. E a continuação, mesmo sendo feita só pelo lucro, já me chama a atenção.

    ResponderExcluir
  4. Realmente não é um filme para se levar a sério. Mesmo que tenha momentos geniais, é mais gratificante apreciá-lo em outro nível. Muito engraçado. [****]

    ResponderExcluir
  5. Divertido, sanguinolento, com muito humor negro... Enfim, pareço estar falando de um filme "trash", e "ZumbiLândia" poderia tranquilamente fazer parte deste universo, especialmente por não se levar a sério em nenhum momento. Enfim, uma diversão recomndada e agora que vi, recomendável também. :-)

    ResponderExcluir
  6. Além deste início que você citou, com o Columbus mostrando a lista que ele criou para sobreviver aos Zumbis, os créditos iniciais tb são fantásticos, mostrando vários ataques de zumbis numa câmera lenta extremamente bonita.

    É um ótimo filme mesmo, diversão garantida. Ele está no nível de Shaun of the Dead, ao meu ver. O espírito é o mesmo.

    Abs.

    ResponderExcluir
  7. Essa certamente foi uma das melhores surpresas do ano. Nem gosto tanto do gênero, mas "Zumbilândia" foi especialmente feliz em sua proposta.

    ResponderExcluir
  8. Um dos melhores filmes de Zumbis, sem dúvida!
    Ao contrário do Vinícius, sou fã do gênero... hehe

    Abs.

    ResponderExcluir
  9. Este filme foi melhor do que imaginava. Pelo que vic, você não gostou da cena no parque de diversões, mas esta foi uma das minhas favoritas - só perde para a participação hilária de Bill Murray. Já no aguardo pela sequência! ^^

    ResponderExcluir
  10. Eu amo Abigail Breslin. Ela e o motivo principal de eu querer ver esse filme.

    ResponderExcluir
  11. Estou curiosa para conferir este filme! ;)

    ResponderExcluir

Dê sugestões, idéias, fale sobre a postagem, critique. 1ª visita? Deixe seu nome, cidade e idade! Evite comentários anônimos, ofensivos ou spam. Se for sobre o filme, evite spoiler para que nenhum outro leitor veja acidentalmente. Assim que ler, responderei e publicarei aqui. Volte para ver a resposta. Obrigado pela Visita!