Blogroll

21 de jan de 2010

Educação (2009)


Educação não traz em sua projeção nada de novo e nem, tampouco, o mais do mesmo é bem utilizado. Trata-se da estória de Jenny, uma adolescente de 16 anos que vive com a família no subúrbio de Londres nos anos 1960. Inteligente e bonita, sofre com a monotonia de seus dias e aguarda impacientemente a chegada da vida adulta. Seu pai alimenta o sonho de que ela vá estudar em Oxford, mas a moça se vê atraída por um outro tipo de vida. Quando conhece David, homem charmoso e cosmopolita de trinta e poucos, vê um mundo novo se abrir diante de si. Ele conquista a confiança e admiração dos pais de Jenny e a leva a concertos de música clássica, a leilões de arte, e a faz descobrir o glamour da noite, deixando-a em um dilema entre a educação formal e o aprendizado da vida.

Porém o filme merece ser visto por ser sutil e nos momentos em que devia ser mais ousado a diretora Lone Scherfig não ousa. Mas Carrey Mulligan está absolutamente formidável na pele de Jenny, sua personagem tem uma personalidade bem marcante de se ver na tela, eis uma prova que bons atores precisam também de bons papéis para brilharem por completo na produção. O espaço não é só de Mulligan, é também do coadjuvante, sempre ótimo, Alfred Molina. E quando Carrey e Alfred estão juntos em cena é quase um espetáculo teatral, tamanha as boas atuações.

O longa é dotado de uma parte técnica absolutamente linda e falo de toda ela; a fotografia de John de Borman constrói uma Europa com perfeição junto à direção de arte de Ben Smith e os figurinos de Odile Dicks-Mireaux. Educação possui uma parte técnica indiscutivelmente boa, que segue à risca todas as exigências da Academia. A direção de Lone Scherfig também é bem interessante, sempre correta, mas, como já havia dito, a cineasta parece temer ousar com o receio de exagerar na dose. Entretanto o maior pecado capital de Educação está na carência do roteiro no final da projeção. Fiquei com a sensação de vazio, felizmente substituída pelas atuações.

Daria sim para mais estória ser contada e tornar o filme mais poderoso. Isso não acontece, ao invés disso ele acaba repentinamente, quando não deveria acabar, quando deveria estender-se um pouco mais para deixar claro o fim de cada personagem. Mas Nick Hornby acerta em criar personalidades marcantes, em uma época monótona. Agora chega a ser incompreensível o fato de alguns críticos endeusarem o longa, apontando com um dos melhores do ano. Talvez pelo fato de ser bem a cara das premiações, mas não me cativou por completo, não ao ponto de colocá-lo entre os dez melhores do ano no NBR.


Educação
(An Education, Inglaterra, 2009)
Direção: Lone Scherfig Roteiro: Nick Hornby Elenco: Carey Mulligan, Peter Sarsgaard, Alfred Molina, Olivia Williams, Cara Seymour, William Melling, Connor Catchpole, Matthew Beard, Amanda Fairbank-Hynes, Ellie Kendrick, Dominic Cooper, Rosamund Pike, Nick Sampson, Kate Duchêne, Bel Parker. Drama. 95 min.

Estreia do filme: Prevista para 19/02

11 comentários:

  1. só fui descobrir esse filme após as indicações do BAFTA. parece-me bom, apesar de falhar no roteiro como vc diz. Vou conferir...

    ResponderExcluir
  2. Eu discordo sobre a direção da Scherfig. Para mim ela conduz muito bem a trama, ainda que os maiores destaques se encontrem no roteiro e em especial no ótimo elenco.

    ResponderExcluir
  3. Parece ser interessante o verei em breve (antes do Oscar)! Mas desde já, não tem como colocá-lo entre os dez melhores do ano!

    Confesso que a duração do filme é perfeita. Agora, uma coisa é saber concluí-lo sem deixar pontas abertas!

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Particularmente, esse filme não me despertou interesse, porém como é um dos mais fortes concorrentes ao proximo oscar, então ... quero ver no cinema!

    ResponderExcluir
  5. Bruno, é um bom filme. Fiquei emcomodado apenas com o final e com a estória pouco atrativa.

    Vinícius, o elenco é um dos motivos pelos quais o filme vale à pena ser visto.

    Ricardo, tenho quase certeza que "Educação" estará entre os dez indicados a melhor filme do Oscar. É bem o estilo da academia...

    Cleber, eu fiquei muito interessado em ver o filme desde que vi o seu lindo cartaz. Tive uma lece decepção (não é o que todos dizem, pelo menos não para mim).

    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  6. Estou realmente intrigado com esse filme. Opiniões diferentes em cada post, e eu acho isso bom para ter uma visão geral quando eu for vê.

    ResponderExcluir
  7. Tua crítica me desanimou um pouco. Mas bem pouco mesmo porque estou muito ansioso pelo filme. Rsrsrsrs.

    ResponderExcluir
  8. Luis, creio que você verá muitas opiniões positivas. Inclusive a minha - veja que eu dei 3 estrelas :D. O que não funcionou para fim foi esperar muito do filme e ter uma certa decepção. MAs o elenco vale muito a pena, além, é claro, dá parte técnica.

    Wally, não quero desanimar as pessoas, kkkkk. Até porque eu estava muito ansioso pra ver e acabei quebrando a cara ¬¬'. Fiva o alerta!

    ResponderExcluir
  9. "Educação" foi uma grande surpresa pra mim. Adorei quase tudo nele. Um dos melhores da temporada de premiações...

    ResponderExcluir
  10. Fiquei encantada pelo primeiro trailer. Quero ver para conhecer a história da Jenny, acho que irei me identificar com ela.

    Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  11. Matheus, eu não vi tamanha qualidade na obra, pelo menos não na direção e no roteiro, mas o elenco de a parte técnica são extremamente fabulusas.

    Mayara, tenho certeza que irá gostar do filme.

    Abraço a todos.

    ResponderExcluir

Dê sugestões, idéias, fale sobre a postagem, critique. 1ª visita? Deixe seu nome, cidade e idade! Evite comentários anônimos, ofensivos ou spam. Se for sobre o filme, evite spoiler para que nenhum outro leitor veja acidentalmente. Assim que ler, responderei e publicarei aqui. Volte para ver a resposta. Obrigado pela Visita!